20 de agosto – Cheio de si!

Quando voc√™ est√° cheio de si, Deus n√£o pode ench√™-lo. Mas quando voc√™ se evaziar de si mesmo, Deus passa a ter um vaso √ļtil. Sua B√≠blia est√° repleta de exemplos daqueles que fizeram isso.

 

Em seu evangelho, Mateus menciona seu próprio nome somente duas vezes, e em ambas, ele se autodenomina um coletor de impostos. Em sua lista de apóstolos, ele se coloca na oitava posição.

Jo√£o nem menciona seu nome no evangelho. As vinte apari√ß√Ķes no nome “Jo√£o” simplesmente se autodenomina “o outro disc√≠pulo” ou o “disc√≠pulo a quem Jesus amava”.

Lucas escreveu dois dos livros mais importantes da Bíblia, mas, em nenhum momento, ele escreveu o próprio nome.

Paulo, o autor mais f√©rtil da B√≠blia, referiu-se a sim mesmo como “insensato” (2 cor√≠ntios 12:11). Tamb√©m se autodenominou “o menor dos ap√≥stolos” (1 cor√≠ntios 15:09).

O rei Davi n√£o escreveu nenhum salmo celebrando sua vit√≥ria sobre Golias. Mas escreveu um poema p√ļblico de penit√™ncia, confessando seu pecado com Bate-Seba (Salmo 51).

E, depois, l√° est√° Jos√©. O pai tranquilo de Jesus. Em vez de fazer o pr√≥prio nome, ele fez um lar para Cristo. E, por causa disso, ele recebeu uma grande recompensa. “E ele lhe p√īs o nome de Jesus” (Mateus 1:25).

 


Publicado

em

por

Tags:

Coment√°rios

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *